sábado, 28 de fevereiro de 2009

Mas e a tal carta...

Tenho acompanhado as últimas postagens dos blogs santiaguenses, sempre evitando algum comentário, ainda que tenha ficado indignado com certos termos usados e acusações baixas por uma das partes.
Bem, pelo menos por enquanto, não pretendo me manifestar a respeito disso. Até porque ninguém precisa de um guri "metendo o nariz" onde não lhe diz respeito.
Porém, em um post atual de um blogueiro da terrinha, pude ler uma carta enviada pelo Oracy, a respeito do caso da estátua.
Não vou entrar nos tantos assuntos e discussões que isso tem levado, mas sim, certas coisas que notei no próprio Oracy através das palavras escritas por ele...
Quem sabe, pareça uma bobagem escrever um post sobre isso, aos olhos de alguns, mas por estar de saco cheio da postura muitas vezes adotada por ele, não me contive.

Pude perceber o ponto de vista dele a respeito da estátua (e um português, no mínimo, estranho. Deve dar um trabalho e tando editar um livro do Oracy). Nota-se o desprezo do homem apenas pelo modo em que se dirige a ela ainda na primeira linha.
Em seguida, afirma que ela foi feita com material vagabundo, talvez esquecendo que aquele tipo de pedra é um dos mais utilizados para esse tipo de trabalho, justamente por sua composição e fácil modelagem.
Disse ele que o monumento parecia um "monstrengo", gordo, baixinho, com as calças amarrotadas (poderíamos ter tentado usar um ferro elétrico ali), como se fosse um mendigo. Isso tudo fora as mãos com tamanhos distintos e outras imperfeições que conseguiu notar.
Imagino que tenha perdido umas 12 horas procurando imperfeições no monumento. Vai ver, estava em férias.

Nada estranho ler essas coisas vindas desse homem. Afinal, nada que é feito pelos outros é de bom gosto. Podia notar o ar de (metido a) superior do seu Dorneles desde os meus primeiros anos de colégio, quando o velhinho "simpático" estava sempre pelos corredores da Escola da URI e fazendo caricatura dos alunos.
Depois de um tempo, ele e alguns seguidores tentaram me convencer que artista, em Santiago, é ele e ninguém mais. Bom? Só ele! Qualquer um que tentasse escrever alguma coisa na cidade estaria sempre longe de chegar aos pés do Oracy.
Eu achava engraçado, afinal, desde pequeno eu lia as obras dele e nunca vi nada especial. Imaginei que fosse puro respeito pela idade e experiência dele, nada mais. As obras inusitadas até que eu achava interessante. Afinal, eu era uma criança.

Agora eu vejo esse tipo de comentário petulante do Oracy a respeito do monumento, que fazia parte de uma das obras mais importantes já feitas em Santiago. Obra que, aliás, movimentou todo o pessoal envolvido com a cultura no município, e ainda o exaltou em diversos momentos.
Quem sabe essa indignação seja porque essa obra fez que os santiaguenses lembrassem que o Oracy não foi a única pessoa a fazer poesia por lá, sendo, comparado aos grandes escritores que já viveram na cidade, apenas mais um. E, me desculpem, longe de estar entre os mais importantes.
A presença dele, os livros publicados e um relativo respeito, pelo o que eu notei, se fez mais pelas amizades que pelo talento.
Não teria ele, pilotando sua bicicletinha, atropelado a estátua, por pura indignação por não terem usado os conhecimentos que ele (e só ele) passou a todos os santiaguenses a respeito das artes na tal escultura?

Mas, voltando à descrição da estátua, feita pelo Oracy...
Já que ninguém mais em santiago entende de artes, inclusive de estátuas, eu sugiro que ele ponha a mão na massa! Realmente espero que ele pare de colocar defeito em tudo o que os outros fazem, como quem diz "Eu e que entendo disso" e vá fazer alguma coisa pra melhorar. Esse tipo de comentário não ajuda em (desculpe) merda nenhuma! Ainda mais se ditos em uma carta a alguém que também não iria fazer nada a respeito.

Deem a ele o mármore mais resistente e ele vai fazer o novo monumento com perfeição. E eu quero ser o primeiro a ver o resultado!

Um comentário:

Daniel A. S. disse...

Algumas pessoas só sabem criticar mesmo, ao invés disso devia tentar fazer seu trabalho da melhor forma possivel, aprimorar suas técnicas, cuidar mais de suas proprias vidas...

Um abraço!

http://daniel.a.s.zip.net