segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Falando em música brasileira...

Ontem, tive a oportunidade (e a felicidade) de conhecer o trabalho solo de Rafael Bittencourt, renomado guitarrista brasileiro, conhecido pelo seu trabalho no Angra, ao lado de Kiko Loureiro.
Além de um guitarrista excepcional, se mostrou sempre como o "cérebro" do Angra, principalmente depois da saída do Andre. Todas as melhores composições da banda têm, com certeza, uma marca da genialidade do Bittencourt.
Todas as letras do álbum Temple of Shadows (incluindo toda a trama envolvida), pra mim, é a obra-prima dele. Simplesmente impecável.
Do mesmo modo, classifico Brainworms - I. Nesse disco, ele grava inclusive os vocais, os quais são muito bons, por sinal. Sim, há músicas instrumentais também, claro!
Destaco principalmente a faixa denominada Primeiro Amor. Instrumental, apenas com um violão. Lindíssima, eu diria. Tudo bem, alguém apaixonado por violão é bem suspeito pra falar.
Mesclando simplicidade e genialidade, Rafael Bittencourt provou que os poucos bons exemplos que ainda temos na música brasileira ainda podem fazer diferença.
Álbum recomendadíssimo.

Um comentário:

Man disse...

Muito bom esse álbum! por acaso baixou lá no BrutalRock? Rafael Bittencourt é um musico com uma formação extraordinária, e nesse album ele mostra tudo isso, cantando, tocando guitarra, piano, viola e também as composições são belissimas. vale apena conferir!

Man, BrutalRock
http://brutalrock.blogspot.com/